MIEP 2018

Nosso trabalho já começou! A partir das avaliações do 44º MIEP, das críticas e sugestões, faremos um evento ainda melhor e mais especial para acolher todos vocês em 2018! #MIEP #AMECG #MIEP2018

MIEP BABY 2017

A proposta do MIEP BABY 2017 é despertar sentimentos e valores eternos do bem em pais e bebês, integrando-os no evento como um todo, na busca de fazer do estudo doutrinário a condução segura para o amor, em um ambiente acolhedor, preparado especificamente para bebês, com vistas a facilitar a assimilação da Boa Nova do Cristo.

A equipe será composta pelas voluntárias Paula Floriza (Coordenadora), Socorro fausto, Eini Cely e Érika.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA: SOARES, Cíntia Vieira da Silva in Evangelizando bebês. 2.ed. FEEGO

DOMINGO (08:30h/10:30h):

Tema: Paternidade e amor de Deus
Acolhida com a música: Olá, Olá.
Atividades:
– expressão corporal: movimentos sob comando dos pais (parar/pula-pula/sapinho/nada, nada peixinho/voa, voa passarinho
– Vivência com a natureza
– construir um mundinho com plantinhas, animais, areia azul
– Música: Ele tudo fez! / Igual à natureza
– Momento de harmonia : massagem
– Vivência fraterna nos cantinhos de brincar
– História em vídeo: Ele tudo fez!
– Painel: Deus e sua criação

SEGUNDA-FEIRA (08:30h/10:30h):

Tema: Jesus, nosso irmão amoroso
Acolhida com música
Atividades:
– Narrativa histórica do nascimento de Jesus
– Fazer gestos com os bebês
– Falar da missão de Jesus
– Expressão corporal
– Parlenda: Deus e Jesus
– Vivência com a natureza
– por as crianças no barquinho com Jesus
– Manipular argila escutando a melodia (músicas: Jesus nasceu / Nascido para amar)
– Massagem
– Vivência fraterna: nos cantinhos de brincar
– Vibração

TERÇA-FEIRA (08:30h/10:30h)

Tema: Bem aventurados os brandos e pacíficos
Acolhida: Ser feliz / Bom dia com Jesus
Atividades:
– HISTÓRIA:
—Germinação com as plantas (vivenciar com as crianças e pais a narrativa)
—As formiguinhas e as sementes
—Pintura utilizando rolos

– MASSAGEM
– VIVÊNCIA FRATERNA: nos cantinhos de brincar
– APRESENTAÇÃO

O Movimento Espírita de Campina Grande realiza Campanha Divulgando a Imortalidade

O Movimento Espírita de Campina Grande realiza Campanha Divulgando a Imortalidade

Baseada no que vem acontecendo há alguns anos em João Pessoa e alguns outros Estados brasileiros, a AME-Associação Municipal de Espiritismo, está promovendo mais uma vez a campanha no Dia de Finados. Intitulada “Divulgando a imortalidade”, a campanha tem como objetivo propagar o conhecimento espírita ao público em geral que freqüenta os cemitérios no dia de finados.

A iniciativa é realizada através da divulgação de mensagens em faixas fixadas nas entradas dos cemitérios, em locais de grande circulação de pessoas e também através da mídia, por meio de releases e entrevistas concedidas a emissoras de rádio e TV. A campanha conta com o apoio da ONG Campina Espírita e de diversos membros da comunidade e, ainda dos 26 Centros Espíritas que fazem o movimento espírita campinenses.

Neste sentido, o coordenador da campanha na cidade, Ivanildo Fernandes, convida todos os militantes do movimento espírita de Campina Grande para participar voluntariamente da iniciativa reforçando o trabalho que vem sendo realizado com sucesso desde 2006.

De acordo com o presidente da AME/CG, a campanha tem despertado o interesse de um grande número de pessoas para a mensagem espírita, aumentando em cerca de 20% o porcentual de visitantes às reuniões espíritas na Capital e nessa mesma ordem em Campina Grande.

APENAS NOSSO CORPO MORRE

O espírito é imortal e evolui

A DOUTRINA ESPÍRITA EXPLICA

Tradutor de o Novo Testamento fará Seminário em Campina Grande

Tradutor de o Novo Testamento fará Seminário em Campina Grande

Tradutor do grego para o português, especialista em Paleontografia, crítica textual, aramaico e francês, o Juiz de Direito Haroldo Dutra Dias , que é também fluente em hebraico, estará em Campina Grande, dia 25 de Junho, para o seminário Sermão do Monte: caminho para a felicidade, promovido pela Associação Municipal de Espiritismo (AME).

A tradução dos quatro primeiros livros de O NOVO TESTAMENTO feita por Haroldo e publicada pela Federação Espírita Brasileira, em parceria com Conselho Espírita Internacional, em 2010, vem recebendo elogios de especialistas e acadêmicos. Os Professores Oscar de Lira, doutor em Letras Clássicas pela USP e professor da UFCG, e a Profa. Dra. Denise Lino, professora do Programa de Pós-graduação em Linguagem e Ensino da mesma Universidade, ouvidos por esta redação, afirmaram, respectivamente, que essa tradução se destaca tanto pelo domínio do grego clássico como pelo primoroso texto em português. Já o Professor Ivanildo Fernandes, presidente da AME, afirmou que “o trabalho do Dr. Haroldo se destaca na área porque se dedica a tradução nas horas vagas, fim de semanas e férias, já que é juiz de direito na Comarca de Contagem, MG, ainda assim conseguiu um feito inédito: um texto de qualidade em poucos anos, trabalho a que tradutores de carreira, em geral, se dedicam durante uma década.”

O seminário fará parte de evento de lançamento do 44º Movimento de Integração do Espírita Paraibano, tradicional evento espírita promovido pela AME em Campina Grande no período de Carnaval. Esse seminário ocorrerá no teatro do Hotel Garden, das 18:30 às 22:30h e contará com apresentações musicais e noite de autógrafos. Ingressos a R$20,00

O tema geral do MIEP será o mesmo do seminário – Sermão do Monte: caminho para a felicidade – e contará entre outras novidades com uma mesa redonda de tema ecumênico que reunirá espíritas, evangélicos e católicos, presenças já confirmadas do Prof. Severino Celestino, curador do Filme Nos Passos do Mestre, e de representantes de outras religiões. O MIEP ocorrerá de 25 a 28 de fevereiro de 2017.

Informações sobre o Seminário, formas de inscrição e pagamento podem ser colhidas pelos telefones de Josineide (83) 9.8888.0555; Ivanildo (83)9.9972 4283 (Tim), (83)98847 4446 (Oi).

Pai Nosso

Pai Nosso

Nosso Pai, que estás em toda a parte;
Santificado seja o teu nome, no louvor de todas as criaturas;
Venha a nós o teu reino de amor e sabedoria;
Seja a tua vontade, acima dos nossos desejos,
Tanto na Terra, quanto nos círculos espirituais;
Pão Nosso do corpo e da mente dá-nos hoje;
Perdoa as nossas dívidas, ensinando-nos a perdoar nossos devedores com o esquecimento de todo o mal;
Não permitas que venhamos a cair sob os golpes da tentação de nossa própria inferioridade;
Livra-nos do mal que ainda resista em nós mesmos;
Porque só em ti brilha a luz eterna do reino e do poder, da glória e da paz, da justiça e do amor para sempre!

Assim seja!

(Emmanuel – Psicografada por Francisco Cândido Xavier)

Prece de Cáritas

Prece de Cáritas

Deus, nosso Pai, que sois todo poder e bondade, dai forca àquele que passa pela provação; dai luz àquele que procura a verdade, pondo no coração do homem a compaixão e a caridade.

Deus, dai ao viajor a estrela guia;
ao aflito a consolação;
ao doente o repouso.

Pai, dai ao culpado o arrependimento,
ao espírito a verdade,
a criança o guia,
ao órfão o pai.

Senhor, que a vossa bondade se estenda sobre tudo que Criastes. Piedade Senhor, para aqueles que não vos conhecem, esperança para aqueles que sofrem. Que a Vossa bondade permita aos espíritos consoladores derramarem por toda parte a paz, a esperança e a fé.

Deus, um raio, uma faísca do Vosso amor pode abrasar a terra. Deixa-nos beber nas fontes dessa bondade fecunda e infinita e todas as lágrimas secarão, todas as dores acalmar-se-ão. Um só coração, um só pensamento subirá até Vós como um grito de reconhecimento e amor.

Como Moisés sobre a montanha, nos Vós esperamos com os braços abertos, oh! Poder… oh! Bondade… oh! Beleza… oh! Perfeição, e queremos de alguma sorte alcançar a Vossa misericórdia.

Deus, dai-nos a força de ajudar o progresso a fim de subirmos até Vós. Dai-nos a caridade pura; dai-nos a fé e a razão; dai-nos a simplicidade que fará de nossas almas, o espelho onde deve refletir a Vossa Santa e Misericordiosa imagem.

Oração pela Humildade

Oração pela Humildade

Deus, nosso Pai misericordioso e bom!

Diante das sombras que se espalham sobre o nosso planeta, desejamos rogar a sua ajuda, como jamais o fizemos antes.
Sabemos que o Senhor é onisciente e sabe tudo o que acontece neste minúsculo grão de areia que chamamos terra, mas desejamos externar a nossa singela oração.
Senhor, muitos dos seus filhos se esqueceram que são filhos da luz e se obstinam em disseminar trevas por onde passam.
Alguns homens perderam a fé na vida, perderam a fé no Senhor…, e se perderam…
Outros pensam que a terra está à beira do caos e que o Senhor, que acende as estrelas e faz girar os astros, abandonou a humanidade terrestre.
Compadeça-se das nossas misérias morais e abençoe-nos…
Releve a nossa ignorância, tolere a nossa ingratidão e perdoe a nossa falta de fé.
Esquecidos de que em essência somos luz, Senhor, permitimos que as sombras nos cubram a visão e nos infelicitem.
Há tanta falta de luz no mundo, Senhor…
Enquanto o amor se esgueira, tímido, a violência se mostra em plena luz do dia, sem disfarce…
Até parece, Senhor, que muitos dos seus filhos enlouqueceram…
Acreditando-se Senhores da terra e dos seus irmãos em humanidade…
Há homens que esqueceram os verdadeiros valores do espírito e penhoram seu patrimônio moral em troca de dinheiro, como se o dinheiro fosse a única coisa que importa…
Alguns até agem como se o dinheiro fosse seu único e poderoso Deus…
Sabemos, Senhor, que o homem é o único ser capaz de reconhecer a sua soberania, mas às vezes dá a impressão de que os animais são mais dóceis e executam de maneira mais eficiente as tarefas que lhes cabem na sua obra.
Senhor, por tudo isso queremos lhe rogar: ajude-nos a construir um mundo melhor, de onde a guerra seja banida de vez por todas…
Um mundo onde o ser humano seja mais valorizado do que algumas notas de dinheiro…
Um mundo onde o ser humano seja mais importante do que um cargo, do que um pedaço de chão, do que um papelote de drogas, do que outro interesse qualquer.
Eis a nossa rogativa, Senhor.
Ajude-nos a enxergar um pouco além dos nossos próprios interesses para construir a paz tão almejada e tão pouco buscada de verdade…
Ajude-nos a retirar dos olhos a venda da vaidade, que nos impede de enxergar as nossas deformidades morais e nossa pequenez diante da sua grandeza.
Ajude-nos a romper essa concha de egoísmo que nos paralisa as mãos e nos impede de estender os braços para ajudar nossos irmãos.
Ajude-nos a diluir essa máscara de prepotência para que possamos entender que nada somos sem o seu amor…
Ajude-nos, Senhor, a elevar o olhar acima da própria estatura, para vislumbrar o horizonte e caminhar em sua direção.
Ajude-nos a abrir mão da auto-piedade e lançar o olhar em redor… Descobrir nosso próximo e nos aproximar dele…
Ensine-nos, Pai, a construir pontes de entendimento, a estreitar laços de amizade, a entender o semelhante, a amar…
Ajude-nos, Senhor, a admitir a própria fragilidade…
A livrar-nos da arrogância…
A construir jardins…
A espalhar perfume…
A enxugar lágrimas…
A caminhar com coragem…
A acreditar na vida e no seu incondicional amor…
A disseminar esperança…
A sorrir sempre…
A perdoar sem condições…
E, por fim, Senhor, ajude-nos a voltar nosso olhar para as estrelas, mesmo
que nossos pés ainda se achem encharcados de lama.
Que assim possa ser, Senhor!

Texto da Equipe de Redação do Momento Espírita.

Prece de Amor

Prece de Amor

Amado Jesus!
Suplicando, abençoe a nossa casa de fraternidade. Esperamos pelo seu amparo, afim de que saibamos colocar em ação o amor que nos deste.
Auxilia-nos a exercer a compaixão e o entendimento, ensinando-nos a esquecer o mal e a cultivar o bem, na paciência e na tolerância uns com os outros.
Ajudai-nos a compreender e servir, para que nossa fé não seja inútil.
Faze-nos aceitar na caridade o esquema de cada dia e induze-nos os braços ao trabalho edificante para que o nosso tempo não se torne vazio.
Sobretudo, Senhor, dá-nos humildade, a fim de que a humildade nos faça dóceis instrumentos nas tuas mãos.
E, agradecendo o privilégio do trabalho, em nosso templo de oração, louvamos a tua infinita Bondade hoje e sempre.

Chico Xavier/Scheilla / Visão Nova

Oração

Senhor,
ensina-nos a orar sem esquecer o trabalho,
a dar sem olhar a quem,
a servir sem perguntar até quando,
a sofrer sem magoar seja a quem for,
a progredir sem perder a simplicidade,
a semear o bem sem pensar nos resultados,
a desculpar sem condições,
a marchar para a frente sem contar os obstáculos,
a ver sem malícia,
a escutar sem corromper os assuntos,
a falar sem ferir,
a compreender o próximo sem exigir entendimento,
a respeitar os semelhantes sem reclamar consideração,
a dar o melhor de nós, além da execução do próprio dever
sem cobrar taxas de reconhecimento.
Senhor,
fortalece em nós a paciência para com as dificuldades
dos outros, assim como precisamos da paciência dos outros
para com as nossas próprias dificuldades.
Ajuda-nos para que a ninguém façamos aquilo
que não desejamos para nós.
Auxilia-nos sobretudo a reconhecer que a nossa
felicidade mais alta será invariavelmente
àquela de cumprir os desígnios, onde e
como queiras ,hoje, agora e sempre.

(Emmanuel – Mensagem psicografada por Chico Xavier)

Mensagem para os Trabalhadores

Mensagem para os Trabalhadores

“Nós fomos chamados por Jesus para tornar o mundo melhor. Não foi por acaso que na hora última a voz do Divino Pastor chegou até nós.
Não nos encontramos no mundo assinalados apenas pelos delitos e os erros pretéritos, somos os Servos do Senhor em processo de aperfeiçoamento para melhor servi-lo.
Nem a jactância dos presunçosos, nem a subestima dos que preferem a acomodação. Servir, meus filhos, com a instrumentalidade de que disponhamos é o nosso dever.
Observamos que a seara cresce, mas os trabalhadores não se multiplicam geometricamente como seria de desejar, porque estamos aferrados aos hábitos doentios, que no momento da evolução antropológica, serviram-nos de base para a transformação do instinto em emoção edificante.
A maneira mais segura de preservar os valores do Evangelho de Jesus em nós é através da vinculação mental com o Nosso Condutor. Saiamos da acomodação justificada de maneira incorreta para a ação.
Abandonemos as reações perturbadoras e aprendamos as ações edificantes. Sempre dizemos que necessitamos de Jesus, sem cuja Misericórdia estaríamos como náufragos perdidos na grande travessia da evolução, mas tenhamos em mente que Jesus necessita de nós, porque enquanto falamos a Ele pela oração Ele nos responde pela inspiração.
Ele age pelos nossos sentimentos através das nossas mãos. Sejam as mãos que ajudam, abençoadas em grau mais expressivo do que os lábios que murmuram preces contemplativas.
A nossa postura no mundo neste momento é de misericórdia.
Que nos importem os comentários deprimentes a nosso respeito, se valorizamos o mundo, respeitando os seus cânones e paradigmas?
Não nos preocupemos com que o mundo pensa e fala de nós através de outros corações. No belo ensinamento de Jesus na casa de Lázaro, enquanto Maria o ouve e Marta se afadiga temos uma lição extraordinária – não é necessário ficar numa contemplação de natureza egoística, mas é necessário aprender para poder servir.
A atitude de Marta é ansiosa, era a preocupação com o exterior.
A atitude de Maria era iluminativa, a que parte dos tesouros sublimes da coragem e do amor, através da sabedoria, para poder melhor servir.
O serviço é o nosso campo de iluminação.
Nós outros, os companheiros da Vida Espiritual, acompanhamos as lágrimas que são vertidas pelos sentimentos de todos aqueles que nos suplicam ajuda e, interferimos com a nossa pequenez, junto ao Mestre Incomparável para que Ele leve ao Pai as nossas necessidades, mas bendigamos a dor sem qualquer laivo masoquista; agradeçamos a dor que nos desperta para a Verdade, e que nos dilui as ilusões; que faz naufragar as aventuras de consequências graves antes que aconteçam.
Estamos portanto convocados para a construção da Sociedade Nova, na qual o bem pairará soberano, como já ocorre, acima de todas e quaisquer vicissitudes.
Filhos da Alma, tende bom ânimo.
Não recalcitreis contra o aguilhão nem vos permitais a deserção lamentável ou a parada perturbadora na escalada difícil da sublimação.
Jesus espera-nos, avancemos! Suplicando a Ele, o Amigo Incomparável de todos nós, envolvemos os afetuosos corações em dúlcidas vibrações de paz. Na condição de servidor humílimo e paternal de sempre, Bezerra.
Muita paz.”

Mensagem psicofônica recebida pelo médium Divaldo Pereira Franco, ao final da conferência pública, realizada no Grupo Espírita André Luiz, no Rio de Janeiro, na noite de 14 de julho de 2011.